segunda-feira, 25 de junho de 2018

Feira do Livro de Lisboa 2018


O evento mais aguardado para todos os livrólicos acabou de passar pela capital e claro está já deixa saudades por todo o ambiente que se vive e que é único e quase mágico para quem gosta de livros, pelos encontros que sempre proporciona com outros que desfrutam da mesma paixão e evidentemente pelas boas oportunidades de preços que se encontram. 

Apesar de gostar muito de ir à Feira do Livro contenho-me sempre um pouco pois é uma verdadeira tentação e estrago para a carteira, então vou sempre com tudo estudado para me desviar o mínimo possível e não cometer grandes loucuras.

É verdade que os preço já não compensam assim tanto como outrora porque hoje em dia as livrarias online vão fazendo grandes descontos e campanhas ao longo de todo o ano por isso o que vale mesmo a pena é aproveitar a Hora H com os livros com mais de 18 meses a 50% embora nem todas as editoras a contemplem ou a realizem nos mesmos moldes depois também outras promoções que muitas editoras têm e uma visita aos alfarrabistas, para quem não tem problemas com livros usados.

Mas passemos ao balanço da Feira do Livro de Lisboa 2018: duas visitas, uma de reconhecimento da Feira com a exploração dos alfarrabistas e promoções e outra especifica para aproveitar a Hora H. E o resultado foi este:

1º DIA
Promoções Relógio d'Água + Alfarrabista



A Filha do Optimista de Eudora Welty
(livro vencedor do prémio Pultizer em 1973)
Contos de Virginia Woolf 
O Bom Inverno de João Tordo









2ª DIA
Promoções Relógio d'Água + Hora H


  

Intimidade de Hanif Kureishi
Poemas Escolhidos das Irmãs Brontë
- Americanah de Chimamanda Ngozi Adichie
(um dos melhores livros de 2013 segundo o New York Times)
- Sono de Haruki Murakami






Sem comentários:

Enviar um comentário