sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Novidades de 2017 desejadas e recomendadas para o Natal


Em 2017 houve muitas novidades que me seduziram e entraram para a minha já extensa wishlist, algumas delas fui partilhando por aqui, agora deixo-vos mais umas quantas como sugestões de livros para oferecer no Natal. Para muitas delas também contribuíram muitas opiniões que fui ouvindo e vendo pela blogosfera e pelo booktube.



Para viciados/apaixonados por livros 
Quem tem o vício dos livros e da literatura gosta sempre de saber um pouco mais sobre os escritores seja a sua vida ou apenas algumas curiosidades e particularidades. Em Os Vícios dos Escritores ficamos a conhecer as loucuras e manias de alguns dos grandes génios da literatura desde Camões, Eça de Queiroz ou Camilo Castelo Branco a Kafka, Dickens ou Dostoiévski acompanhados de uma pequena biografia dos mesmos.



Para saudosistas
Sou dos Anos 80 - Não tenho Medo de Nada é a uma viagem inesquecível para quem tem curiosidade em conhecer de que era feita a vida do dia-a-dia dos anos 80 nos seus seus aspectos mais banais como o que se via, ouvia, comia ou vestia. Mas é sobretudo um livro para quem viveu estes anos, para a geração que sobreviveu a ver os desenhos animados russos e checos de Vasco Granja, a comer toneladas de Tulicreme e andar de sandálias de plástico, para quem tem uma certa nostalgia que se divide entre o sonho (Ah, quero de volta essa infância!) e o pesadelo (Oh, eu não acredito que gostei destes horrores e fiz estas figuras!).

Para crianças
Este livro, A Menina dos Livros foi premiado com o Bologna Ragazzi Award na categoria de Ficção e celebra o amor pela literatura clássica infantil com um toque moderno. Com ilustrações maravilhosas, conta a aventura de uma menina que atravessa um mar de palavras para chegar a casa de um menino e o convida a acompanhá-la numa aventura pelo mundo das histórias repleta da magia em que as palavras que se juntam para nos mostrar como com alguma imaginação se fazem e se constroem sonhos. 


Para jovens/adolescentes (e não só)
A adaptação para banda desenhada do incontornável O Diário de Anne Frank, lançada em celebração do 70.º aniversário da sua publicação. Um livro imprescindível enquanto testemunho do terror da 2ª Guerra Mundial contado através do diário de uma adolescente escondida dos nazis num sótão em Amesterdão. 
Apesar do livro poder destinar-se a leitores de todas as idades, recomendo em especial para os jovens/adolescentes por ser uma forma leve de tomarem conhecimento de um acontecimento tão importante da nossa história.



Para os amantes de romances e boas histórias
As Oito Montanhas 
conta a história da amizade entre Pietro, um rapazinho da cidade, solitário e pouco sociável e Bruno, o rapaz que vive nas montanhas. Os pais de Pietro nutrem pelas montanhas a mesma paixão e quando descobrem a aldeia de Grana ela passa a ser o seu local de férias e é aí que o filho vai descobrir toda uma nova dimensão da vida e da relação com o pai. Um romance  que parte da autobiografia do autor para se lançar na meditação sobre o regresso aos lugares da infância, às montanhas, à pobreza e à liberdade.
Os Detetives Selvagens
traz o relato das viagens e aventuras de Arturo Belano e Ulisses Lima entre 1976 e 1996 em busca das pegadas deixadas por Cesárea Tinajero, a misteriosa escritora desaparecida no México nos anos 20.
Esses detetives selvagens, poetas «desesperados» e traficantes ocasionais vão percorrer grande parte do Mundo nessa demanda passando pela Cidade do México a diversos lugares na Europa, em Israel e até na Libéria durante a guerra civil nos anos 90. Um romance em que se pode encontrar de tudo: amores e mortes, assassínios e passeios turísticos, manicómios e universidades, desaparecimentos e aparições. É uma reimpressão recente de um livro que estava há muito esgotado.


Sem comentários:

Enviar um comentário