sábado, 17 de junho de 2017

Boneca de Luxo de Truman Capote - OPINIÃO


No âmbito do Clube dos Clássicos Vivos do Goodreads, o clássico para Maio e Junho foi "A Boneca de Luxo" de Truman Capote que se encontra na lista dos 1001 Livros para Ler Antes de Morrer.

Um clássico da literatura americana contemporânea, escrito em 1951 que retrata um pouco da sociedade nova iorquina dos anos 40 cuja história já não escandaliza, mas ainda assim continua actual em todos os seus contornos e a ter muito que dizer e encantar.



 BONECA DE LUXO
 (Breakfast at Tiffany´s)
 de Truman Capote
    Editorial Notícias, 1998
Novela (Clássico)
    151 páginas    
«Eu não quero ter nada até saber que encontrei um sítio onde eu e as coisas nos completamos. (...) Como o Tiffany's. (...) Descobri que o que me faz melhor é apanhar um táxi e ir até ao Tiffany's. Fico logo mais calma e com a serenidade e o ar digno que aquilo tem. Não há nada de realmente terrível que nos possa acontecer ali, com aqueles homens de fatos janotas, e o cheiro fantástico da prata e das carteiras de crocodilo. se eu encontrasse um sítio da vida real que me fizesse sentir como o Tiffany's...»
Holly Golighly é a personagem central que toma conta por completo a narrativa. Tem 19 anos e é uma espécie de acompanhante de luxo que vive a vida sem amarras ou comprometimentos que não sejam fazer o que lhe apetece e lhe dá prazer. Toca à porta dos vizinhos tarde da noite quando chega a casa porque perdeu a chave da entrada, rejeita uma audição para um filme de Cecil B. DeMille porque tem de se querer para fazermos bem e ela não quer e rouba só para manter a mão treinada.

É esta a Holly, um animal selvagem, como ela própria se define, a quem não se pode confiar o coração porque quanto mais lhe o dão mais forte ela fica, que não se entrega verdadeiramente a ninguém, mas que vai tocando todos com quem se vai cruzando. 

A sua história é nos contada pelo seu vizinho, de quem nunca se sabe o nome,  um escritor fracassado a quem ela dá alguma confiança por lhe fazer lembrar o irmão Fred e que acaba por se tornar o seu único verdadeiro amigo. Através desta relação vamos conhecendo uma outra Holly, para além da futilidade e da aparente imoralidade, que nos leva a perceber um pouco melhor a sua história de vida.

Um livro cheio de mistério no sentido do não dito, do que fica por dizer e se lê nas entrelinhas que acaba por nos prender na expectativa de descobrir sempre um pouco mais, principalmente, sobre Holly.  Com uma escrita fluída, ritmada e sem grandes rodeios e subterfúgios torna-o também muito fácil e prazeiroso de se ler.

Gostei da densidade da personagem, de ela ter várias camadas e de ser mais do que parece. Gostei do não julgamento do autor da sua conduta e de em vez disso nos ter dado  a conhecer o seu background para a tentarmos compreender.

*** (Gostei)

Truman Capote (1924-1984) foi um escritor americano que se aventurou por inúmeros géneros desde os contos, às novelas, peças de teatro e mesmo não-ficção.  Começou  a escrever contos aos 11 anos, aos 18 anos publicava Miriam que foi reconhecido com o prémio O. Henry na categoria de Melhor Primeira-Obra. E a sua primeira novela publicada em 1948, Other Voices, Other Rooms também teve bastante reconhecimento com 9 semanas na lista dos mais vendidos do New York Times.
A seguir a Boneca de Luxo escreve a sua obra prima A Sangue Frio, um texto de não ficção sobre o crime de uma família ocorrido no Kansas publicada em 1966 foi um sucesso mundial e trouxe-lhe grandes elogios da comunidade literária. No entanto a seguir ao seu grande sucesso publicou muito raramente e nada com importância.



Sem comentários:

Enviar um comentário