Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2017

Os Filhos da Mãe de Rita Ferro

Imagem
OS FILHOS DA MÃE
Rita Ferro
Contexto Editora, Novembro 2000
Romance
222 páginas
Sinopse
História hilariante de uma família numerosa, disfuncional, que partilha um espaço exíguo e pobre. Com um pai lunático, uma mulher doméstica achinelada, os filhos que vão desde o marialva ao homossexual, passando pela fedelha sobredotada à parelha de gémeos tão bonitos como estúpidos. Até à inesperada cubana, suposta filha  de uma anterior relação do pai com quatro filhos pequenos que vai ameaçar as mulheres e erotizar os homens da casa. A todas estas todas personagens ainda se junta um hóspede, aspirante a escritor.
« Só os livros que ele tinha justificariam uma anulação papal  em qualquer outro matrimónio ; as pilhas amontoavam-se na casa de banho, galgavam os parapeitos  e irrompiam das frestas  do cimento. Quando eram policiais, romances históricos ou poemas de guerrilha, géneros que ele considerava menores, serviam para sustentar as telhas do telhado sempre que as asnas começavam a  ceder. De pap…

1 Ano cheio de livros

Imagem
Há cerca de uma semana o blogue completou 1 ano e eu andei algo indecisa em se deveria assinalar a data, não só porque não consegui dedicar-lhe tanto tempo quanto gostaria e concretizar metade das coisas que tinha em mente como também porque, e em consequência, o feedback não foi muito ou o imaginado.
Mas pensando melhor, a verdade é que com um ano de vida ainda se está a tentar dar os primeiros passos e ganhar equilíbrio por isso acabei por decidir não deixar passar em branco o início desta nova aventura na minha vida.  Uma aventura que impulsionou a redescoberta da minha paixão/vício pelos livros e também pela escrita e tanto prazer me tem dado, que começou aqui pelo blog mas já se estendeu ao Facebook e ao Instagram. Comemore-se então este início, a regularidade mantida e o renascer dos sonhos.
Obrigada a quem me segue e a todos os que vão lendo o blog. Comentem. deixem a vossa opinião, sugestões de livros, perguntas... o que quiserem.
Continuarei por aqui com as mesmas pretensões…